segunda-feira, 31 de dezembro de 2012

São Thomas Becket

São Thomas Becket
  
 
Nasceu em 21 dezembro de 1118 em Londres, Inglaterra.
Educado no Prior de Merton em Boaris, Bolonha e Auxerre. Especialista na lei  civil e canônica. Soldado e oficial. Indicado Arquidiácono de Canterbury. Amigo do Rei Henry II que o indicou como Chanceler da Inglaterra. Ordenado em 2 de junho de 1162. Indicado Arcebispo de Canterbury pelo Rei, ele o advertiu :
“ Se  está pensando que terá um obediente pupilo está enganado e seu amor virará ódio”.
Assim ele, para  surpresa de Henry II,  se opôs aos desmandos do Rei e sua interferência nos assuntos eclesiásticos. Foi exilado varias vezes e finalmente assassinado a mando do Rei.
 
Canonizado em 21 de fevereiro de 1173  pelo Papa Alexandre III.
 Padroeiro do clero, do Colégio Exeter em Oxford,de Postmouth ,Inglaterra 
Tendo que enfrentar o Rei varias vezes no final ele exclamou:
“ Eu morrerei em nome de Jesus e em defesa da Igreja”.
Ele foi morto por pessoas a mando do Rei Henry II, pela espada e machado no dia 29 de dezembro de 1170, dentro da Catedral de Canterbury, Inglaterra.
Perto do altar onde sentava, ele foi martirizado e deu sua alma a Deus.
Toda a cristandade ficou estupefata. Henry foi forçado a uma penitencia pública pelo assassinato de Thomas, inclusive com a construção do monastério de Withamem Somerset, descrito na vida de São Hugo de Lincoln.
Muitos milagres se sucederam imediatamente após a sua morte.
Nos próximos 10 anos cerca de 703 milagres foram creditados a ele.
Ele foi universalmente aclamado santo muito antes de sua canonização.
O solene traslado de suas relíquias para um novo santuário aconteceu em 7 de julho de 1220. A cerimônia foi a mais magnificente vista pelo povo e vieram pessoas de toda a Europa para assisti-la.
O santuário-tumba de São Thomas Becket tem esplendor sem paralelo na Inglaterra, talvez o mais rico do mundo. Durante o reinado de Henry VIII foi colocado nele varias e lindas pedras preciosas com ouro, prata e fio de ouro, jóias, broches imagens de anjos, anéis, doze ao todo com ouro em fundo de prata, cravejado de  brilhantes.
De um lado, uma pedra com um anjo em ouro apontando para cima oferecido pelo  Rei de França.
Na arte litúrgica da Igreja ele é representado :1) como um arcebispo segurando uma espada invertida; ou 2) como um arcebispo ante seus assassinos ; ou 3) sendo morto na catedral.
 
Sua festa é celebrada no dia 29 de dezembro .

0 comentários:

Postar um comentário